Água de reuso economiza bilhões de litros de água potável

Os problemas da escassez de água, não só na cidade de São Paulo como em vários lugares, são enfrentados na maioria das vezes em decorrência do desenvolvimento desordenado das cidades, do rápido crescimento populacional e industrial, assim como pela falta de planejamento dos recursos hídricos.

Outro fator que tem contribuído para o agravamento da crise hídrica nos centros urbanos são as mudanças climáticas, que tem como uma de suas consequências o aumento da frequência de eventos climáticos extremos como secas prolongadas.

O Brasil possui certa de 13% de toda a água doce disponível no planeta, sendo que desse montante, 80% está localizado na região amazônica e apenas 20% está distribuído pelo resto do Brasil, de acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA).

Em muitos locais, onde esse precioso recurso não é abundante, necessita-se de soluções que lidem com isso. Essa solução pode ser, por exemplo, reuso e reaproveitamento de água da chuva para fins não potáveis.

Sou autor da Lei que trata do reuso de água não potável, advinda das Estações de Tratamento de Esgoto da cidade, para lavagem de ruas, praças públicas, considerando o seu custo proveniente. Essa Lei já ajudou a economizar bilhões de litros de água potável.

A água é um dos maiores bens que possuímos e não podemos deixar ela aquém, já que é uma necessidade básica extremamente importante. Sem ela, não há vida. Vamos em frente, sempre em defesa do meio ambiente!

 

Gilberto Natalini- Vereador PV/SP



Saúde SUS    Meio Ambiente e Sustentabilidade    Urbanismo    Biblioteca    Demais Atividades     ComissaoDaVerdade