Psoríase: Prefeitura de SP não usa verba destinada à compra de equipamentos‏

Psoríase é um grave problema de saúde pública que atinge 2% da população mundial. É uma doença de pele cíclica, crônica e não contagiosa que precisa ser cuidada com tratamento multidisciplinar.

52c815a4-23ca-49bd-890d-fb1e09556e54

Na cidade de São Paulo, estima-se que 280 mil pessoas podem estar sofrendo as consequências da doença.

Em atenção ao problema, contribuo, efetivamente, para implementar uma política local e nacional que garanta à população assistida pelo SUS o acesso e o aprimoramento dos processos terapêuticos disponíveis, como a fototerapia (UBV – PUVA) e a inclusão de fármacos sistêmicos e biológicos eficientes.

bdb10165-adb1-470e-8e61-7e07d06d17f9

A rede municipal de São Paulo dispõe de, apenas, dois equipamentos que fazem o procedimento de fototerapia e, apesar da minha emenda disponibilizando R$ 50 mil no ano de 2014, a Prefeitura ainda não comprou as máquinas.

Sou autor da lei nº 15.987/2014 (PL nº 286/07), que institui a rede de atenção às pessoas com psoríase e da lei nº16.267/2015 que estabelece 29 de outubro Dia Municipal de Atenção à Pessoa com Psoríase. A data faz parte do calendário oficial da cidade.

No próximo 21 de maio, será realizado na Câmara de São Paulo, 14º Encontro de Psoríase. Em parceria com o colega dermatologista e diretor do Centro Brasileiro de Estudo em Psoríase, Cid Sabbag, realizamos tais encontros, gratuitos, com o objetivo de levar informações atualizadas sobre a doença para estudantes e profissionais da área da Saúde e público em geral. Junte-se a nós!

Convite psoriase

Gilberto Natalini/ médico e vereador Partido Verde/ SP



Saúde SUS    Meio Ambiente e Sustentabilidade    Urbanismo    Biblioteca    Demais Atividades     ComissaoDaVerdade