Frente Ambientalistas dos Vereadores da Grande SP traçou planejamento para 2018

Aconteceu na Câmara Municipal de São Paulo, nesta 2ª feira (11), a reunião da Frente Parlamentar Ambientalista dos Vereadores da Grande São Paulo. O evento coordenado por Moacir Arruda e tendo como anfitrião o vereador Gilberto Natalini (PV), traçou o planejamento para 2018. Além de Natalini, representando a cidade de São Paulo, participaram da reunião representantes de Mogi das Cruzes, Suzano, Itatiba, Aparecida, Caieiras e Arujá.  

A Frente Parlamentar Ambientalista dos Vereadores – criada para promover a união dos parlamentares no intercâmbio de ideias e projetos para garantir o desenvolvimento sustentável nas cidades – quer que cada vez mais municípios participem e promovam as ações do grupo.

A ideia dos vereadores da região metropolitana de São Paulo é que as boas experiências possam ser compartilhadas. “Precisamos juntar todo mundo para colocar o meio ambiente no lugar”, disse o vereador Natalini (PV).

Para que a ideia possa ser levada para mais pessoas, o diretor de políticas públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani, apresentou a proposta de um curso online aos participantes. “A Frente Parlamentar não é apenas aquela que se reúne. Queremos levar os temas para mais pessoas, colocando-os de forma didática para poder trazer o vereador para a capacitação”, disse.

O site da Fundação SOS Mata Atlântica ainda poderia disponibilizar uma área de debates. “Várias informações poderiam ser disponibilizadas no nosso site para que as pessoas possam ter como interagir e conhecer as melhores experiências nas mais variadas regiões metropolitanas”, disse Mantovani.

A cidade de Itatiba (SP) não faz parte da região metropolitana. No entanto, a vereadora Roselvira Passini (DEM) acha fundamental o trabalho da Frente Parlamentar Ambientalista. “A nossa região tem 20 cidades e conversei com o presidente da Câmara de Indaiatuba para fazermos uma reunião dessa região para falar sobre a Frente Parlamentarista para que os vereadores, a sociedade civil, religiosos, promotores, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e um grande número de pessoas possam fazer o movimento crescer”, disse.

O vereador Natalini (PV) concordou com a proposta da vereadora e da Fundação SOS Mata Atlântica. “Vamos visitar outros municípios para reunir parlamentares, secretários do Verde e mais pessoas para a preservação do meio ambiente”, disse.

A Frente Parlamentar Ambientalista deverá discutir temas como água, solo, ar, poluições sonora e visual, e saúde animal. A busca por soluções para resolver uma série de problemas do meio ambiente é mais um dos temas que serão debatidos.

Foi definido também um calendário de reuniões pelas cidades, como é o caso da reunião em Aparecida na primeira segunda feira de março de 2018, a participação da Frente no Fórum Mundial das Águas, que acontecerá no mesmo mês, entre tantas outras. 



Saúde SUS    Meio Ambiente e Sustentabilidade    Urbanismo    Biblioteca    Demais Atividades     ComissaoDaVerdade