Cuidados Paliativos asseguram melhor qualidade de vida aos pacientes e familiares

Os Cuidados Paliativos são definidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 2002 como uma forma de assistência que visa melhorar a qualidade de vida de pacientes e familiares que enfrentam doenças potencialmente ameaçadoras para a continuidade da vida.

A avaliação cuidadosa e o controle impecável da dor e dos demais sintomas de natureza física, social, emocional e espiritual são o foco deste trabalho, que necessita das habilidades de uma equipe multiprofissional treinada para este fim. Seu objetivo principal é ajudar o paciente a adaptar-se às mudanças impostas pela doença.

A equipe mínima de Cuidados Paliativos é composta por médico, um enfermeiro, um psicólogo, um assistente social e pelo menos um profissional da área da reabilitação (a ser definido conforme a necessidade do paciente).

A OMS  desenhou um modelo de intervenção em Cuidados Paliativos onde as ações paliativas têm início já no momento do diagnóstico e o cuidado paliativo se desenvolve de forma conjunta com as terapêuticas capazes de modificar o curso da doença. A paliação ganha expressão e importância para o doente à medida que o tratamento modificador da doença (em busca da cura) perde sua efetividade. Na fase final da vida, os Cuidados Paliativos são imperiosos e perduram no período do luto, de forma individualizada.

As ações incluem medidas terapêuticas para o controle dos sintomas físicos, intervenções psicoterapêuticas e apoio espiritual ao paciente do diagnóstico ao óbito. Para os familiares, as ações se dividem entre apoio social e espiritual e intervenções psicoterapêuticas do diagnóstico ao período do luto. Um programa adequado inclui ainda medidas de sustentação espiritual e de psicoterapia para os profissionais da equipe, além de educação continuada.

A OMS estima que em torno de 20 milhões de pessoas, precisam de cuidados paliativos por ano no mundo. No Brasil são cerca de 500 mil.

Apresentaremos um Projeto de Lei criando um Plano Municipal referente a esses Cuidados Paliativos e que torna a cidade de São Paulo precursora nesta área. A luta continua para ser implementado este importante trabalho em São Paulo!

Gilberto Natalini- Médico e Vereador PV/SP

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.



Saúde SUS    Meio Ambiente e Sustentabilidade    Urbanismo    Biblioteca    Demais Atividades     ComissaoDaVerdade