Comissão de Meio Ambiente discute Coleta Seletiva em São Paulo

O vereador Gilberto Natalini (PV) presidiu na manhã desta 3ª feira (7), a Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de São Paulo, que teve como pauta a Coleta Seletiva na cidade. Participaram da reunião Edson Tomaz de Lima Filho, presidente da AMLURB  (órgão responsável pela coordenação, estabelecendo normas e procedimentos para sua implementação, gerenciamento, fiscalização e controle) e representantes da Loga e da ECOURBIS. 

O programa de Coleta Seletiva da Prefeitura de São Paulo tem como objetivo promover a reciclagem de papel, plástico, vidro e metais. Após recolhidos, esses resíduos são encaminhados para as cooperativas e para as duas centrais mecanizadas de triagem, onde serão separados e comercializados pelas cooperativas.

O presidente da AMLURB mencionou que a meta é que se reduza a quantidade de recicláveis que seguem para aterros em 500.000 toneladas.  Considerou-se irrisórios os 7% de coleta dos materiais passíveis de reciclagem atualmente realizada.

“O assunto é de extrema importância, São Paulo realiza uma coleta seletiva muito aquém do necessário. Precisamos ampliar com urgência essa coleta. Todos precisam se envolver: população, cooperativas, empresas e a Prefeitura”, disse Natalini.   

Como participar da coleta seletiva?
Reserve apenas os resíduos recicláveis como: papel, plástico, vidro e metais. Bem acondicionados, disponibilize-os até duas horas antes do horário previsto para a coleta.

Dicas de como separar o lixo para coleta diferenciada:
– Plástico: Lave-os para que não sobre restos do produto, principalmente no caso de detergentes e xampus, que podem dificultar a triagem e o aproveitamento do material. No caso de embalagens com tampas, retire-as;
– Vidros: Lave-os e retire as tampas;
– Metais: Latinhas de refrigerantes, cervejas e enlatados devem ser amassados ou prensados para facilitar o armazenamento;
– Papéis: Podem ser guardados diretamente em sacos plásticos.

Informações importantes
– Nunca mande pela coleta seletiva outros itens que não sejam papel, plástico, vidro e metais;
– No caso de vidro quebrado, embale-o em um jornal para evitar possíveis acidentes ao coletor;
– Procure enviar os produtos sempre soltos, sem nenhum material dentro, em uma sacola.
– No caso de muitos itens, opte por abrir as caixas e reduzir o espaço, como embalagens longa vida que podem ser compactadas.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.



Saúde SUS    Meio Ambiente e Sustentabilidade    Urbanismo    Biblioteca    Demais Atividades     ComissaoDaVerdade